Dicas de viagens e intercâmbio

A Política na Austrália é igual a do Brasil?

Post Image

Se você está de intercâmbio marcado para a Austrália, saiba que o aprendizado de um intercâmbio não se limita somente a aprender uma nova língua ou se aperfeiçoar em um idioma já conhecido. O intercâmbio também abrange conhecer a fundo uma nova cultura, vivendo e estudando no país, tendo a experiência completa como um aussie nativo. E falando nisso, porque não aprender mais sobre como funciona a política na Austrália?

Como funciona o governo na Austrália?

A Austrália é um país relativamente recente: sua primeira constituição é de 1901. Antes disso, seus estados eram colônias britânicas. Depois de se tornar uma federação, a Austrália adotou um modelo próprio de governo. O país vive em uma monarquia constitucional, ou seja, a Austrália possui uma rainha (a mesma do governo britânico), mas a constituição do país determina os poderes da coroa.

Como chefe de estado, a Austrália possui um primeiro ministro, que desde 2015 é o Malcolm Turnbull. Os poderes do estado, assim como no Brasil, são divididos em 3: legislativo, executivo e judiciário. A constituição australiana é responsável por ditar as regras no país, e qualquer alteração só pode ser feita por meio de referendo.

Austrália e os imigrantes

A Austrália sempre foi conhecida por sua hospitalidade com imigrantes e intercambistas. Por não ser um país muito populoso, não possui grande concorrência em seu mercado de trabalho. Em diversas áreas, o país sofre com falta de mão de obra e incentiva a vinda de profissionais estrangeiros. Por isso, sua política com pessoas de outros países sempre foi muito amigável. A educação internacional é um dos cinco pilares do crescimento econômico do país, pois entre 2013 e 2014 esse setor movimentou mais de 16 bilhões de dólares.

Pensando nisso, em 2015, buscando um maior crescimento no setor de educação internacional, o governo australiano divulgou um documento para alterar a metodologia da imigração para facilitar o visto para estudantes. Por esses e outros motivos, a Austrália é um dos melhores destinos para quem quer estudar inglês.

Austrália depois do Brexit

Em junho de 2016 os britânicos puderam votar em um plebiscito sobre o futuro da Grã-Bretanha em relação à União Europeia – o chamado Brexit (Britain exit, ou “saída dos britânicos” em inglês). Esse plebiscito resultou na vitória dos que escolheram que a Grã-Bretanha deveria deixar a União Europeia, e isso alertou muitos estrangeiros que viviam lá, pois sugeriu-se que essa medida seria seguida de atitudes drásticas contra os imigrantes. Na Austrália, por ser um país relacionado com a coroa britânica, muito se perguntou se isso iria mudar a vida de quem vive no país.

No entanto, o primeiro ministro australiano afirmou que a saída da Grã-Bretanha da União Europeia não irá afetar negativamente a Austrália ou a relação da Austrália com a Europa. Ele ainda reconhece que essa decisão dos britânicos pode provocar uma instabilidade internacional, mas afirma que “os australianos não têm razões para alarme”.

Morando em um país diferente, é importante saber como a política desse país funciona. Esse conhecimento fará você entender melhor as diferenças de estilo e qualidade de vida entre Brasil e a Austrália, por exemplo. Além disso, se manter informado sempre auxilia na construção do nosso pensamento crítico. Durante seu intercâmbio, informe-se! Isso irá enriquecer ainda mais o aprendizado adquirido na viagem.

Referências:

http://tagarela.com.au/entenda-sistema-politico-australia/

http://www.rtp.pt/noticias/mundo/australia-mantera-relacao-forte-com-eua-apos-vitoria-de-trump-pm_n960675

<http://sicnoticias.sapo.pt/especiais/brexit/2016-06-24-Australia-garante-que-relacoes-com-Reino-Unido-manter-se-ao-fortes-e-intimas

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • Google Plus

Written by

The author didnt add any Information to his profile yet